24°C 25°C
Salvador, BA
Publicidade

Venda de imóveis em São Paulo atinge recorde em 2024

Mercado imobiliário da capital paulista começa o ano aquecido; CEO do Meu Imóvel comenta fatores impulsionadores e tendências no setor

20/06/2024 às 13h00
Por: Redação Fonte: O Globo
Compartilhe:
Venda de imóveis em São Paulo atinge recorde em 2024

O mercado imobiliário de São Paulo está em alta, conforme apontado por uma reportagem do Estado de S. Paulo. De acordo com uma pesquisa da Brain Inteligência Estratégica, no fim de março, o total de imóveis vendidos na cidade ultrapassou pela primeira vez a marca de 100 mil unidades dentro do acumulado de 12 meses. Esse resultado representa um crescimento de 25% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Outra publicação da CNN Brasil também ressalta o aumento das vendas na capital paulista, destacando que entre janeiro e abril os imóveis de pequeno porte cresceram 14,5% no comparativo com 2023. Na mesma linha, apartamentos de grande porte, acima de 120m², também apresentaram um crescimento de 6,1%.

Rafael Pizzotti Machado, cofundador e CEO do Meu Imóvel, comenta o cenário otimista que o aquecimento do mercado imobiliário traz para o setor. Segundo ele, diversos fatores estão contribuindo para esse momento favorável:

“A união de taxas de juros decrescentes, uma demanda reprimida após pandemia e anos de juros altos, a consolidação do governo (anos iniciais de governos após trocas de gestão sempre são turbulentos) e crescentes incentivos ao mercado imobiliário configuram um momento ideal para a retomada das vendas e da atividade imobiliária como um todo”, afirma Machado.

Além do crescimento, outro ponto que merece destaque é a diversificação dos perfis dos compradores de imóveis paulistanos, refletindo uma demanda crescente por imóveis que atendam a diferentes necessidades e estilos de vida.

“As mudanças recentes no plano diretor abriram espaço para um novo perfil de produto, mais compacto, com valores mais acessíveis e nos grandes eixos urbanos. Hoje, praticamente todos os incorporadores têm lançado produtos nessa linha, para morar ou investir”, observa Rafael. “Além disso, as áreas de lazer estão cada vez mais completas, em todos os perfis de produtos, o que traz um diferencial relevante ao mercado de lançamentos, frente ao mercado de terceiros (compra e aluguel de imóveis de outras pessoas)", completa.

Perspectivas no setor para 2024
Após um início de ano com forte crescimento devido à baixa base de comparação de 2023, a expectativa é de moderação no ritmo de aumento nos próximos trimestres. No entanto, o mercado deve continuar aquecido e, segundo projeção do Secovi-SP, 2024 deve fechar com alta entre 5% e 10% em comparação ao ano anterior.

Este panorama abre oportunidades para quem deseja investir ou adquirir um novo imóvel em São Paulo. O aumento nas vendas e a valorização de bairros tradicionais e emergentes colocam a capital paulista como um dos mercados imobiliários mais promissores do país.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias