24°C 25°C
Salvador, BA
Publicidade

Lâmpadas inteligentes: o que preciso saber antes de comprar?

No mercado atual, as lâmpadas inteligentes estão transformando o setor da iluminação, oferecendo soluções versáteis para residências e negócios

13/06/2024 às 06h00
Por: Redação
Compartilhe:
Lâmpadas inteligentes: o que preciso saber antes de comprar?

No mundo atual, novas tecnologias e funcionalidades emergem na velocidade luz. Para cada necessidade, é possível que já exista uma solução pronta o que certamente está prestes a movimentar o mercado. E no setor da iluminação não seria diferente. As lâmpadas inteligentes, por exemplo, destacam-se como verdadeiras aliadas para quem preza por inovação e economia. Além disso, representam um passo significativo na direção de um estilo de vida mais sustentável e eficiente.
 
Hoje, já existem vários tipos de lâmpadas inteligentes no mercado, indicadas tanto para uso residencial quanto comercial. Algumas funcionam conectadas ao smartphone, tablet ou assistente virtual, outras são equipadas com sensor de presença ou de luminosidade. Há ainda modelos programados com o uso de controle remoto e opções que funcionam apenas com o toque no interruptor.
 
Fator econômico
 
Esses produtos normalmente incluem a tecnologia LED na fabricação, ou seja, além de facilitarem a vida dos usuários, ainda podem gerar até 85% de redução no valor das contas de luz, quando comparadas às lâmpadas tradicionais, como versões fluorescentes e incandescentes.
 
Um produto, múltiplas funções
 
Algumas lâmpadas inteligentes possibilitam controlar a intensidade da luz, alterar a temperatura da cor e até mesmo criar cenas personalizadas. Além disso, há opções que podem ser integradas a sistemas de automação residencial, tornando a gestão da iluminação ainda mais fácil e intuitiva.
 
Atenção à segurança de dados
 
As lâmpadas inteligentes que usam recursos de conectividade podem ser controladas por meio de aplicativos. Estes geralmente coletam e armazenam informações pessoais dos usuários. Por isso, é importante optar por plataformas que respeitem a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) e garantam a segurança.
 
Mas como nem todas as lâmpadas inteligentes precisam da internet para funcionar, os modelos que não demandam de conexão wi-fi podem ser ótimas opções, principalmente para quem deseja ter um ambiente automatizado sem se preocupar com possíveis invasões de privacidade. Afinal, essas versões funcionam por meio do próprio interruptor, ou do controle que acompanha a lâmpada.
 
Sustentabilidade à vista
 
Ainda graças à tecnologia LED que a maioria das lâmpadas inteligentes integra e à sua eficiência energética, é possível não apenas reduzir os custos de eletricidade em longo prazo, como também contribuir para a conservação dos recursos naturais e para a redução das emissões de carbono, já que geram menos impactos negativos ao meio ambiente.
 
Fato é que esses produtos inovadores representam uma evolução significativa na forma como lidamos com a iluminação residencial, comercial e até mesmo pública. Ao combinar conveniência, personalização e eficiência energética, esses dispositivos inteligentes proporcionam diferenciais únicos. No entanto, questões relacionadas à segurança cibernética e à privacidade dos dados são considerações importantes, especialmente em um mundo cada vez mais conectado. Por isso, em meio a uma ampla gama de opções, vale a pena se atentar aos mínimos detalhes e optar pelo item que melhor pode suprir a sua necessidade.
 
*Roberto Saheli é CEO da Ourolux, empresa que conta com mais de 30 anos de história, sempre antenada às tendências do setor, oferecendo produtos de qualidade e alta tecnologia, com o maior mix do segmento de iluminação.
 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias