23°C 26°C
Salvador, BA
Publicidade

Serviços implantados dentro dos condomínios horizontais diminuem necessidade de deslocamento dos moradores

Condomínios horizontais incrementam infraestrutura, que vai muito além das tradicionais áreas de convivência e lazer. Alguns residenciais oferecem minimercados autônomos e restaurantes para tornar a rotina do morador mais fácil e longe do trânsito

06/06/2024 às 08h30 Atualizada em 06/06/2024 às 10h19
Por: Redação
Compartilhe:
Serviços implantados dentro dos condomínios horizontais diminuem necessidade de deslocamento dos moradores

Com o crescimento das cidades, a mobilidade urbana passa a ser uma preocupação da população na hora de escolher onde morar. Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em 2022, revela que 77% dos consumidores brasileiros preferem fazer suas compras do dia a dia perto de casa. Dentre as razões apontadas pelos entrevistados, estão: conforto e comodidade (20%); agilidade e facilidade (20%); acessibilidade e localização (17%); costume e  conhecimento do local (15%); preço (9%); e a possibilidade de evitar trânsito (8%). 

Essa tendência vem crescendo também nos condomínios horizontais, que normalmente são implantados em localizações mais afastadas dos centros comerciais. Em Goiânia, por exemplo, a GO 020, na saída sul da capital, vem recebendo diversos projetos e já se tornou uma extensão da cidade. Apesar de duplicada e de fluxo rápido, percorrê-la repetidas vezes ao dia para resolver todas as questões do dia a dia pode se tornar desgastante. Por isso, ao passo que diversos serviços têm migrado para essa zona residencial, os próprios condomínios horizontais também têm investido em facilidades intramuros para os moradores. 

Um exemplo acontece no Portal do Sol Golfe, comunidade planejada onde já existem mais de 500 famílias vivendo nos dois condomínios que lá existem e outras 200 em fase de construção de suas casas.  Além das tradicionais áreas de lazer como piscinas, pista de caminhadas, quadras esportivas, academias e salão de festas, os condomínios contam com minimercados autônomos, restaurantes, feira de verduras e horta comunitária. Professores parceiros dão aulas de várias modalidades esportivas em suas áreas fitness, como futebol, tênis e beach tennis.

Para a psicóloga, empresária e moradora do Portal do Sol Green, Janete Schulz, poder contar com serviços, que em outros condomínios ela teria que usar o carro e percorrer quilômetros para fazer uma pequena compra, faz toda a diferença para poder organizar seu dia a dia.  “O minimercado que temos aqui, por exemplo, me atende com aquelas coisas que são emergenciais, mas que me tomaria muito tempo se tivesse que ir até o centro comercial mais próximo que temos na região para comprar. Se acaba um ingrediente na hora do almoço, a gente corre no minimercado aqui dentro do condomínio e resolve. Simples assim”, relembra. 

Outro serviço bastante utilizado por Janete e sua família é o espaço gourmet. “Durante os finais de semana nós não temos ajuda aqui em casa, então poder ir a um restaurante que fica quase que no quintal da sua casa é muito cômodo. Além disso, ainda temos a horta comunitária, que nos fornece folhagens como alface, cheiro verde, o que acaba contribuindo ainda mais nessa economia de tempo e combustível”, destaca Janete.

O serviço oferecido pelos profissionais na área de esporte do condomínio acaba estimulando também a família a manter a atividade física em dia. “Tanto eu quanto os meus filhos usamos muito a academia. O meu filho, inclusive, faz aula de tênis na quadra do próprio condomínio. Em breve, vou iniciar aulas de beach tennis aqui na quadra que temos”, diz. 

Outra moradora que faz bastante uso de espaços de lazer e serviços do condomínio é a advogada e empresária Carla Maria Rodrigues de Mello. Segundo Carla, que já mora no Portal do Sol Green há sete anos, os locais mais utilizados por ela e sua família são o espaço gourmet e a academia. “Ter esses dois espaços, bastante utilizados por mim e minha família, a poucos passos de casa, nos gera muita economia de tempo e menos estresse”, enfatiza. Ela, que antes morava em um apartamento no Setor Bueno, revela que o motivo de ter se mudado para o condomínio horizontal às margens da GO 020. “Eu buscava um local tranquilo, com bastante verde, em um local mais distante da agitação da cidade e que oferecesse tudo o que precisassem no dia a dia. E foi aí que encontrei o {Portal do Sol} Green”, expõe. 

Sobre o Portal do Sol Golfe

Desenhado para ser uma comunidade planejada de alto padrão, o Portal do Sol Golfe abriga cerca de 500 famílias em dois condomínios já implantados, e outras 200 estão construindo para se mudar em breve. Ele fica às margens da GO 020 com área superior a 3,7 milhões de metros quadrados, com quase um milhão de metros quadrados de mata nativa preservada. 

O projeto trouxe um inédito campo de golfe oficial com 18 buracos, com 748 mil metros quadrados de área verde, projetado pelo arquiteto americano Dan Blankenship. Os condomínios horizontais já habitados circundam o campo de golfe que, em breve, receberá dois novos empreendimentos em seu entorno. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias